terça-feira, setembro 18, 2012

Jardim Roubado,por Wagner Bezerra




*Uma frase de Renata Coriolano, uma inspiração, uma musica... não sei no que deu mas... está aí! :)






"E a chuva a batucar no telhado"
o gato a sonhar, o cão a cochilar...
Enquanto do sétimo andar vendo a escuridão chegar.
A noite brilhar mais bela que um sorriso seu ao amanhecer.
A ventura ver o horizonte crescer.
Sentir o sono vir e você não chegar.
A canção desperdiçada, amassada, jogada
no canto
um porta-retrato quebrado,
no canto de um quarto embevecido
pelo cheiro do jardim roubado.
As flores que roubei,
pra te entregar antes do sol queimar.

3 comentários:

PERSEVERÂNÇA disse...

Excelente postagem!!!
Bjs

emptyspaces11 disse...

Porque nessa melodia de pingos intermináveis batendo no telhado sempre nos lembramos do que nos arrepia e nos carrega para o que já se passou.
Porque nessa pressa de não sentir, ainda se sente e em dobro se pressente o que está por vir.
A chuva no telhado alucina.
Atiça nossa pele, arrepia.
Rouba da memória as imagens mais tênues.
Embala nosso sentir.

Eu gostei muito do que você escreveu.

Wagner Pontes disse...

fico muito feliz que tenham gostado ;D abraço!