quarta-feira, fevereiro 08, 2012

Em busca de um romance perdido

Dia do Rock no telhado, 2011.
Wagner (Guitar) Woody (Vocal);Photo: Israel Costa.


Após 35 dias de um novo começo de ano que pode vir a acabar para a eternidade dos cosmos físico (21 de Dezembro), decido quebrar meu silêncio mesmo sendo quase um devoto pela Cia. bartlebiana e oração: "Preferiria não fazer!". E listar aqui através da influência de um grande crítico literário, Edmund Wilson, de um artigo publicado pela tradutora e escritora Vanessa Barbará no blog da Cia. das Letras, e que pelas belas palavras de Godard digo: 'todo crítico é um criador', elaborou uma lista sobre a sua incapacidade (recusa) de aderir/privilegiar à sua extraordinária existência diante de reles mortais do mundo literato. Resolvi fazer o mesmo para externar minha ausência/experiência blog-literária:


“Wagner Bezerra lamenta, mas para ele é impossível:

- Ler um só livro,
- Escrever uma linha ou palavra se quer, por causa do calor abundante no Recife,
- Falar em voz alta seus desejos e medos, isso quando não está de frente a Psicanalista,
- Ficar sem assistir mais de um filme por dia,
- Desempenhar qualquer tipo de trabalho físico,
- Ser juiz de concursos extraordinários,
- Conhecer lindas estranhas mulheres,
- Responder a um teste de seleção de idioma,
- Organizar festas,
- Dar dinheiros aos outros,
- Aparecer nu em frente aos outros,
- Participar de orgias carnavalescas,
- Responder um Sim categórico,
- Tirar fotos e sair de olhos abertos,
- Doar livros ou emprestá-los,
- Doar cópias de projetos de seus livros a bibliotecas, instituições,
- Autografar livros para estranhos,
- Comparecer a relações sociais com mais de sete pessoas,
- Fazer parte de um grupo religioso, anárquico e etc.,
- Escrever sem pressão,
- Ser amigo de todos,
- Trabalhar de graça quando o contratante pode pagar,
- Sair sozinho, a não ser à padaria.

(Caso tenha pretensão de me convidar para sair, viajar ou queira apenas conversar lhe aviso logo que não tenho o costume de ir a lugares sórdidos e só espero um sorriso e uma abraço seu real. W.B.)”

5 comentários:

bp disse...

hum..

(: disse...

-A quebra do silêncio por um talvez final "cosmos físico" apenas salienta um desejo ou uma expectativa de encontrar o 'algo' perdido?
Ou devo interpretar como uma listinha do que venha ser a 'Lei da Compensação' feminina?


(:

Wagner Bezerra Pontes disse...

Olá :)(Smille) confesso que não entendi nada do que vc perguntou...hehe ^^

Mas obrigado pela visita e comentário! ;)

(: disse...

-hahahah desculpa se fui 'cult' de mais... mas foi uma das tantas interpretações que fiz acerca do texto que admito ser uma bela obra.

Wagner Bezerra Pontes disse...

Olá novamente :)(Smille), fico lisonjeado e agradecido pelo: 'bela obra'... mas acho que não seria uma obra, este simples post, né?! ;P

E tenho que confessar que a curiosidade bateu na minha porta sobre a sua anonimidade, mas acredito que terei que viver com isso... ^^

Mais uma vez agradeço os comentários, visita e suas interpretações.

Um Abraço! ;)