domingo, dezembro 05, 2010

Seguindo na ternura do furacão





Lute por todas as coisas que você vê,
lute pelo que te faz sentir
pois vou tentar não acompanhar,
o seu mundo girar em torno de nós dois. 

Contarás estórias de um passado 
que não quer mais voltar,
 e voltarei a ver meu fim chegar
agora que toda sina é um tratado de redenção pra amar...

 Tentarei andar lúcido com sangue nas mãos e no coração,
mas esse meu tempo está por acabar,
então te digo e peço: - Lute por tudo e nada...
Não tenhas medo, do fim que está pra chegar!

6 comentários:

Rayssa Marinho. disse...

muuuito bom!

Viaggio Mondo - assessoria comunicação disse...

Olá, Wagner!

Seu blog é muito bom, adorei!

Quero aproveitar para te convidar a conhecer meu blog também e participar da Promoção 1001 Seguidores. Como prêmio você pode levar para casa uma das agendas 2011 recheadas de fotos dos mais de 40 países que visitei! Se quiser, traga também seus amigos e leitores! :D

Aguardo você! :)

Bjos!

Fernanda JImenez disse...

Muito bonito e forte o poema. O medo atrapalha mesmo as relaçoes.

Beijos!

Fernanda

Raíza Hanna disse...

O fim sempre chega, não é assim?!
beijo,
Raíza H.

Vampira Dea disse...

Aqui é tão diferente, as palavras tem uma nuvem encantadora que disfarçam por um tempo com beleza, a dureza das verdades que são jogadas na cara. Gostei.

Nanni Rios disse...

Oi, Wagner.
Sou Nanni Rios, da L&PM Editores. Vi que você postou uma das suas poesias lá no nosso tumblr. Obrigada pela participação! Mas a foto que você tentou colocar não entrou. Você quer tentar postar de novo?
Um abraço!