quarta-feira, junho 17, 2009

A contemporaneidade do Homem-Herói e a Bestialidade de seu ser.

O Homem, ser habitual e comum, sempre foi destinado a aceitar e tornar-se na vida um herói, mas nunca um Monstro. Este ser de desordem psíquica e caos.O Mito e a imagem do Monstro vêm desde a Idade Grego-romana, como parte da desordem e destruição, mas no mundo Contemporâneo esta "Besta" apesar de suas caractéristicas fortes e destruidoras, está sendo visto como parte integrante de todo ser "aparentemente" harmonioso e iluminado.

Ele quem traz uma força sobrenatural, destruidora e revigorante para satisfazer um suposto "equilíbrio" físico(força), emocional(loucura,solidão...) e social(nesse caso o da tirania e a desordem social, no enfrentamento diante do mundo) é também a "cara-metade" de nosso Herói.

A imagem do Herói é a magnitude em perfeição do que é ser um Deus, esta divindade sem erros, sem injustiça, misericordioso e harmonioso(aparentemente pacífico) é questionado pelo outro que o habita profundamente. Pois aquele ser escuro, perturbador e caótico, sendo e fazendo parte do interior do outro, deixaria de ser o oponente para se tornar parte vital e integrante do Homem(Herói) na vitória final(Bem x Mal). Esta é a mais difícil das missões que um herói pode ter, aceitar seus defeitos negando a sua imagem de perfeição infálivel. O Batman é dos grandes exemplos de herói deste tipo de combate(Exterior x Interior), pois suas falhas nem sempre visíveis(solitário,obscuro,violento,prepotente...), esquece que além de sua imagem heróica, ele é um simples ser humano (não Deus!) que está fadado a erros, e pode(não admitindo) também cometer falhas. (Não vem ao caso contar a trajetória de vida deste personagem, a discussão seria longa demais!).

A conclusão a ser dada, seria a de que somente aceitando-o(Monstro) como parte da consciência viva, podemos atingir a paz e harmonia interior. Afinal todos nós temos um Monstro terrivelmente assustador, o qual habita dentro de nosso mais profundo ser, porém apenas negamos este fato e como isso ás vezes sofremos sem querer.

*Em algum post antigo já admiti e revelei o ser que habitava e habita dentro de mim...talvez um dia lhes diga como a descobri, até mais e abraço!

4 comentários:

***MissUniversoPróprio*** disse...

Hum...dia desses postei algo sobre descobrir o que realmente se escondia dentro de mim.

Texto muito show o seu, como sempre! ;) Andei lendo os anteriores que havia perdido. Sempre excelentes!

Abraço e obrigada pela visita e comentários sobre as fotos, só vi hoje! =*

Renata disse...

acho que sempre escondemos um lado nosso de nós mesmos. talvez por não conhe-lo bem, ou por não querer conhecer. o que temos de mais íntimo nos faz continuar na busca.
hum, acho que viajei.

quanto ao passarinho, era uma vez eu morando sozinha e sendo independente, eu simplesmente consegui. :}

Magiagifs disse...

Oie tudo bem com vc? Parabéns pelo lindo blog...
passando pra te desejar um fim de semana maravilhoso e bem tranquilo!
"Quando a vida realiza alguma mudança,mesmo
que não possamos entender por quê,sempre é
para melhorar.Ainda que nos traga dor,sempre
haverá outras compensações, outros caminhos
de renovação,com maiores chances de felicidade."
Fica com Deus!
Beijinhus
Magiagifs(Li)

Camila Oliveira disse...

Com certeza o melhor até aqui...
Genial, crítico
um dos textos mais duais reflexivos que já saboriei.
cheirinho meu morango do nordeste;)