segunda-feira, junho 16, 2008

Escrever é esquecer. A literatura é a maneira mais agradável de ignorar a vida. A música embala, as artes visuais animam, as artes vivas (como a dança e a arte de representar) entretêm. A primeira, porém, afasta-se da vida por fazer dela um sono; as segundas, contudo, não se afastam da vida - umas porque usam de fórmulas visíveis e portanto vitais, outras porque vivem da mesma vida humana. Não é o caso da literatura. Essa simula a vida. Um romance é uma história do que nunca foi e um drama é um romance dado sem narrativa. Um poema é a expressão de ideias ou de sentimentos em linguagem que ninguém emprega, pois que ninguém fala em verso.

Fernando Pessoa

3 comentários:

Nata disse...

Que reescrevamos a nossa história e com toda a pretensão de discordar de Pessoa, a literatura nos permite criar palavras, reinventá-las e por que não, rimá-las?!...

Que tenhamos uma vida de rimas soltas, largas. Que sejam criações nossas e não nos fujam sempre das mãos...

Beijo!

alê disse...

interessante esse texto. quando eu era adolescente, eu era muito tímida e solitária,por isso me refugiava nos livros na hora do intervalo no colégio, sempre...
no ônibus também pra não sentir a demora da viagem...
era sempre a leitura que me salvava da vida...e esse texto me fez lembrar disso...obrigada!

Mendi disse...

Olá vim te fazer uma visita
Deixo aqui meu carinho.
Um beijo na sua alma e um abraço
cheio de muitas energias positivas, muita paz e muita luz
e bjs e + bjs